Hospital de Loulé
Hospital de Loulé

A importância dos rótulos

Jan. 7, 2020

A importância dos rótulos

Saber descodificar os rótulos dos alimentos é a arma mais eficaz ao serviço do consumidor para fazer escolhas saudáveis, mas é uma tarefa que nem sempre é fácil. A Nutricionista Mónica Neves esclarece quais os ingredientes a evitar e fornece dicas para conseguir interpretar os rótulos
A importância dos rótulos

Qual é a informação mais importante a ter em conta quando lemos os rótulos dos produtos alimentares nos supermercados, no sentido de fazer escolhas mais saudáveis?


O rótulo alimentar é, no fundo, o bilhete de identidade dos produtos alimentares e o consumidor deve tirar partido dessa informação, de forma a fazer escolhas alimentares conscientes e, claro, mais saudáveis. É importante começar pela análise da lista de ingredientes, rejeitando produtos cuja lista de ingredientes comece por "açúcar", "gorduras" ou "sal". Todos os ingredientes que fazem parte do produto alimentar são indicados por ordem decrescente de quantidade, ou seja, o ingrediente que aparece em primeiro lugar, é aquele que existe em maior quantidade no alimento. Na lista de ingredientes constam também as substâncias e produtos mais susceptíveis de provocar alergias e intolerâncias alimentares (como por exemplo crustáceos, soja, ovo, amendoim, leite, trigo), e surgem realçados na lista de ingredientes (normalmente a negrito).



Quais as indicações de ingredientes que nos devem “dar o alerta” de que estamos perante um produto ultra processado e industrializado?


Um produto ultra processado apresenta normalmente uma lista de ingredientes extensa, onde constam frequentemente ingredientes como “açúcar”, “sal”, “gordura vegetal hidrogenada”, “gordura vegetal parcialmente hidrogenada” e vários aditivos. Alguns exemplos de produtos ultra processados são as refeições pré-confecionadas, batatas fritas embaladas, bolachas e refrigerantes.Os alimentos que devemos preferir são os frescos, da época e, se possível, de produção local, evitando produtos embalados. Quando optamos por estes últimos devemos então escolher os que apresentam listas de ingredientes curtas (até cinco ingredientes), com menos aditivos possíveis e com prazo de validade curto, pois torna menos provável a presença de aditivos (mas devemos sempre confirmar através da leitura do rótulo).



Qual a diferença entre produtos light, “magro” e “zero”?


Um produto light tem uma redução de pelo menos 30% de um ingrediente qualquer em relação ao produto original. O ingrediente cuja quantidade foi reduzida tem que ser indicado. O mais comum é vermos reduzido o teor de gordura ou açúcar. Pode acontecer o aumento da quantidade de outro ingrediente de forma a garantir sabor e textura agradáveis ao produto, e isso pode traduzir-se no aumento do valor calórico do produto, que, para quem tem como objetivo redução do peso corporal, pode não ser uma escolha interessante.Um produto “magro” apresenta baixo teor de gordura, ou seja, fornece menos de 3g de gordura por cada 100g (no caso dos sólidos) ou menos de 1,5g de gordura por cada 100ml (no caso dos líquidos). A designação “zero” tem que ser seguida do nome do nutriente que foi reduzido e não significa que o produto não fornece energia (calorias).



Os produtos “sem açúcar” e os produtos “sem açúcar adicionado” são a mesma coisa?


Não. Os produtos “sem açúcar” também podem ser designados de “0% açúcares” e significa que o produto não contém mais de 0,5g de açúcares por 100g ou 100ml. Os produtos “sem açúcar adicionado” também podem ser designados de produtos “sem adição de açúcar” e significa que contêm apenas os açúcares naturalmente presentes, não tendo sido acrescentado açúcar durante o processamento; o rótulo pode também mencionar “contém açúcares naturalmente presentes”.



Existe ainda muito desconhecimento na leitura de rótulos, sobretudo devido à complexidade e variedade nos nomes dos ingredientes. Por exemplo, quais os nomes que o açúcar pode “assumir”?


Na lista de ingredientes podemos encontrar palavras que são sinónimas de açúcar, tais como: xarope de glicose, xarope de milho, xarope de malte, dextrose, maltodextrina, sacarose (é o vulgar “açúcar de mesa”), lactose (açúcar presente no leite), frutose, glicose, maltose, açúcar invertido e mel.



DESCODIFICADOR DE RÓTULOS


Para auxiliar na escolha dos produtos alimentares o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável da Direção-Geral da Saúdesugere um https://nutrimento.pt/noticias/descodificador-de-rotulos/


Centro Clínico de Almancil

It's fast and easy.

pre-reserve an appointment