Hospital de Loulé
Hospital de Loulé

Regresso às aulas

Nov. 14, 2018

Regresso às aulas

Retomar a rotina escolar exige organização familiar, mas há estratégias que podem ajudar a preparar o ano letivo e a garantir maior sucesso escolar. O Pediatra Amílcar Simião Estrada revela à be healthy como tornar mais fácil o regresso às aulas e motivar as crianças para o estudo
Regresso às aulas

Que conselhos dá aos pais para tornarem o regresso às aulas um momento natural?

O regresso às aulas representa o fim das férias e, para muitas famílias, momentos de stress. Aconselha-se uma relativa organização familiar no que diz respeito aos horários dos filhos versus horários de trabalho dos pais. Isto inclui não só a organização das atividades escolares, como dos tempos livres e das atividades desportivas. No caso de ser o primeiro ano de escolaridade, os pais devem contribuir para promover o convívio dos filhos com as outras crianças e acompanhá-los nos primeiros dias de entrada na escola.

Que estratégias podem os pais adotar para minimizar as dificuldades das crianças em adaptarem-se à rotina depois das férias?

Os pais podem minimizar as dificuldades no regresso às aulas, adaptando progressivamente os hábitos da vida familiar aos horários escolares, por exemplo, impondo horários de deitar e acordar, assim como horários relativos ao uso da televisão, computadores e das refeições. É fundamental para que as crianças tenham sucesso escolar que estejam inseridas num ambiente familiar que lhes permita ter uma alimentação equilibrada, um sono tranquilo e hábitos saudáveis.

Quais as consequências que as noites mal dormidas podem ter no desempenho escolar das crianças?

No que se refere ao sono, o número de horas de sono, a sua qualidade, o ritmo e a higiene do sono são muito importantes no desempenho escolar das crianças. Todos sabemos que as noites mal dormidas não permitem que a criança tenha a mesma concentração e atenção nas aulas, levando a um fraco rendimento escolar. O hábito de a família se deitar tarde não deve servir como exemplo para os filhos, que devem ter horários diferentes. 

Como podem os pais ajudar a controlar a ansiedade na altura dos testes?

A melhor forma de ajudar a minimizar os “nervos” passa pelos pais valorizarem as capacidades cognitivas dos filhos, passando-lhes a mensagem de que como estudaram as matérias com tempo e regularmente, certamente que os testes irão correr bem. O mais aconselhável é estudarem as várias matérias das diferentes áreas regularmente e não apenas nas vésperas dos exames ou dos testes.

Até que idade devem os pais ajudar os filhos com os trabalhos de casa?

Os pais devem sempre ajudar os filhos, quando podem e sabem, na realização dos trabalhos de casa. Mas aqui a sua ajuda deve ser entendida como um estímulo e não como uma substituição nessa realização. Naturalmente, devem estar em articulação com os processos educativos das escolas e não ensinarem à maneira do “antigamente”, dizendo que “no meu tempo” era desta ou daquela forma. 

Como podem os pais motivá-los a criarem hábitos de estudo?

Costumo dizer aos meus doentes que, na vida, há tempo para tudo: estudar, brincar, praticar desporto e, o mais importante, a organização do número de horas de estudo, que varia consoante o número de matérias e das dificuldades dos alunos. O local de estudo deve ser um espaço tranquilo, agradável e decorado de acordo com o gosto de cada criança. 

Que cuidados devem ter os pais na preparação dos lanches e pequenos almoços, no sentido de garantir uma alimentação saudável?

Devemos aconselhar o aumento do consumo de pão, leite, iogurtes e fruta e a diminuição do consumo de sumos, leites achocolatados, doces e salgados. Os pequenos almoços devem ser preparados em casa e deve tratar-se de uma refeição com a presença dos pais, na medida do possível.  


SCHEDULE AN APPOINTMENT

It's fast and easy.

pre-reserve an appointment